Musculação: Treinamento resistido para definição muscular.

Publicado: 06/02/2012 em Uncategorized
Tags:, , , , , ,

Olá pessoal hoje aqui no blog tomei a liberdade de postar um artigo cientifico rico em referencias sobre a definição muscular, leiam em entendam como é que se faz para treinar e ter resultados na perca de gordura.

Procurem orientação de um profissional especializado na área.

 

Image

Musculação é a execução de movimentos biomecânicos localizados em segmentos musculares definidos como a utilização de sobrecarga externa ou peso do próprio corpo (GUEDES Jr.¸ 1998 apud GUEDES et al ¸2006). O exercício contra resistência é uma metodologia de treinamento desportivo¸ cujo principal meio de treinamento é com pesos (barras¸ anilhas¸ halteres etc.)¸ e a principal capacidade física (motora) treinada é a força. (GUEDES et al.¸ 2006) 

Para realização de Treinos intervalados como musculação¸ o individuo utiliza o sistema energético Anaeróbio (AN)¸ que é dividido em sistema fosfagênio(ATP-PC) sendo uma forma de energia rápida (imediata) usada em movimento e exercícios de curta duração¸ entre 01 a 15 segundos de execução.(FOSS e KETEYIAN¸ 2000) e sistema lático que é predominante em treinos com duração média de 15 segundos a 3 minutos¸ e usado em exercícios de alta intensidade.(McARDIE et al¸ 1996).

 Definição muscular é um termo usado para dizer que o sujeito está com massa muscular visível. Para obter este resultado¸ o indivíduo necessita manter um percentual mínimo de gordura corporal¸ o que depende de vários fatores e um controle contínuo de sua composição corporal¸ para isto é necessário saber quanto ao certo se deve comer¸ uma das formas de se mensurar isto é através de uma soma de gasto energético diário¸ estas necessidades calóricas variam de acordo com sexo¸ tamanho corporal¸ idade e são reguladas por hormônios. (GUIMARÃES NETO¸ 2005). Para baixar o percentual de gordura¸ o que se ouve com frequência é que as atividades devem ser de caráter aeróbio¸ estas atividades¸ por terem intensidade leve e moderada¸ permitem sua realização por um período prolongado¸ e utilizam como substrato energético¸ sobretudo¸ os ácidos graxos livres. (GUEDES et al¸ 2006). Para BOMPA (2002) este tipo exercício não atinge objetivo de eliminar gordura subcutânea¸ este autor indica e alega que o treino de musculação com baixa sobrecarga e muitas repetições com baixo tempo de intervalos entre as séries¸ consegue eliminar gordura subcutânea. No entanto¸ de acordo com GUEDES et al (2006) o que determinará a magnitude do emagrecimento não é o tipo de treino nem a solicitação dos substratos energéticos¸ mas sim o gasto calórico total. 

Quando o objetivo é definição muscular (eliminação de gordura) é comum que a dieta seja hipocalórica (baixa caloria) o que faz o individuo ficar mais fraco¸ desta forma impede que o treinamento se mantenha pesado¸ o que torna o treino de baixa intensidade e alto volume mais interessante (Di PASQUALE.¸ 2006)¸ porém se a dieta não for reduzida o treinamento normalmente utilizado para aumento de força e hipertrofia (baixo volume¸ alta intensidade) tornasse tão ou mais eficiente¸ já que este trabalho realiza maior consumo calórico¸ ressíntese de glicogênio e síntese de proteína muscular¸ além disto os exercícios contra resistência¸ independente da intensidade¸ trás ganho e fortalecimento da massa muscular¸ aceleração significativa do metabolismo e aumenta os níveis de hormônios do crescimento e testosterona¸ classificados como emagrecedores (DINIZ¸ J .2000; GUEDES et al¸ 2008; GENTIL 2005).

 Para PERES (2007) com exceção das primeiras semanas de treino¸ o organismo não eliminará gordura se estiver em um balanço energético positivo. Para se perder peso devesse seguir uma lógica matemática¸ se comer mais do que se consome ira engordar¸ da mesma forma que se consumir mais do que se ingere ira emagrecer. (GUIMARÃES NETO¸ 2004). É um consenso que a mistura de exercícios AN e AE e muito interessante e ajuda no consumo calórico e ambos os treinos tem seus benefícios¸ no entanto¸ a musculação é uma das atividades mais completas e eficientes para definição muscular¸ porém independente do tipo de treinamento o emagrecimento dependerá do balanço energético negativo. (GUEDES et al.¸ 2006).          Referencia bibliográfica: BOMPA¸ Tudor o e CORNACCHI¸ Lorenzo J. Treinamento de Força Consciente. 2002 

DINIZ¸ Jocieldo. Musculação e redução de gordura¸ 2000¸ (www.fisiculturismo.com.br )

 

Dr. PASQUALE¸ Mauro Di¸ Dieta metabólica definitiva¸.Phorte 2006

 

FOSS¸ Merle L  e KETEYIAN¸ Steven J. Fox-Base fisiológicas do exercício e do esporteRio Janeiro¸ guanabara 2000.

 

GENTIL¸ Paulo. A verdade sobre aeróbios e emagrecimento. Gease 2002.    

 

GENTIL¸ Paulo. A musculação e o emagrecimento. Gease 2005

 

GUEDES¸ Dilmar P¸ SOUZA¸ Tácito P. Junior e ROCHA Alexandre C. Treinamento personalizado em musculação.  São Paulo¸ Phorte 2006.

 

GUIMARÂES¸ Waldemar Marques Neto. Anabolismo total. São Paulo¸ Phorte 2005.

 

GUIMARÂES¸ Waldemar Marques Neto. Um paradoxo na queima da gordura corporal. 04/11/2004

MCARDLE¸ Willian D¸ KATCH Victor L e KATCH Frank  I. Fisiologia do exercício Energia¸ nutrição e desempenho humano¸  Rio de janeiro¸ Guanabara 1996.

 

PERES¸ Rodolfo. È possível ganhar massa muscular e perder gordura corporal ao mesmo tempo¸ 13-10-2007 (www.fisiculturismo.com.br )

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s